Recursos Naturais e Paisagem: Condicionantes Naturais

O concelho de Gouveia pode considerar-se “esmagado” pela Serra da Estrela que se integra na sua área Municipal, numa extensa encosta orientada a NO.

Este acidente geográfico condiciona toda a ocupação/utilização do solo, definindo concretamente três unidades biofísicas:

  • Zona plana do vale, localizada a NO do concelho, de solos com boa capacidade de uso agrícola (referência muito importante para este estudo);
  • Zona de serra, localizada a SE de Gouveia, englobando áreas situadas a altitudes superiores a 700-800 metros, onde os solos não tem capacidade de uso agrícola;
  • Zona intermédia, localizada entre as anteriores, com declives mais elevados que a zona plana, mas inferiores aos verificados nas zonas de serra. Pode considerar-se uma área de transição com solos de capacidade de uso condicionado. Foi nesta área de encosta que se consolidou mais expressamente o povoamento. A maioria das aldeias coincide com as melhores manchas de reserva agrícola do concelho, o que vem provar que a implantação do povoamento obedeceu a princípios de subsistência e recursos naturais.

A área abrangida pelo concelho de Gouveia insere-se em dois grandes domínios geomorfológicos, que são o flanco NO do maciço da Estrela (região montanhosa a leste do concelho) e o planalto da Beira Alta (a Ocidente do concelho).

Em contraste com a área serrana, a zona baixa é densamente povoada, com uma ocupação agrícola mais intensa.

Localização
História
Eventos
Fotografias
Novidades
Mensagens
e-mail